Discussões Capsulite Adesiva

Questão Capsulite Adesiva 001

Discussão:
Capsulite adesiva
Reação inflamatória crônica, autolimitada.
2% da população. 30% bilateral.
Fatores de risco:
Mulheres (7:3); > 49 anos (40-70); DM (5 vezes); discopatia cervical; imobilização prolongada; hipertireoidismo; AVE ou IAM; doenças autoimunes; trauma.
Classificação de Lundberg:
Primária: sem evento traumático
Secundária: com evento traumático.
Fases da doença:
Fase 1: Dor que progride de semanas a 1 mês, pior à noite.
Fase 2: rigidez. 4 a 12 semanas.
Fase 3: descongelamento. Semanas a meses; melhora progressiva; não recupera 100%.
Diagnóstico:
Não há critérios diagnósticos específicos.
Perda de movimentos: RI (até sacro) -> flexão -> rotação externa (50%) -> abdução (até 90)
Cintilografia: se positiva, responde bem a infiltração de corticoide.
RNM: aumento da vascularização da região
Artrograma: espaço articular reduzido, com <10 ml de volume e não visualização do recesso axilar.
Tratamento:
Fisioterapia; infiltração com corticoide; aines; corticoide oral; artrografia de distensão.
Manipulação fechada:
Sequência de manipulação: FEAR – flexão, extensão, abdução e adução, rotação externa e interna.
Liberação artroscópica ou aberta.

Questão Capsulite Adesiva 002

Discussão:
Mais comum em mulheres, >49 anos, 2% da população, 30% bilateral

Questão Capsulite Adesiva 003

Discussão:
Rotação interna -> Flexão -> Rotação externa -> Abdução (RIFREA)

Questão Capsulite Adesiva 004

Discussão:
A doença é mais comum em mulheres, após os 49 anos. Afeta 2% da população, 30% são bilaterais, e se relaciona a discopatia cervical, hipertireoidisimo, DM, trauma.

Questão Capsulite Adesiva 005

Discussão:
São três fases: Dor, congelamento e descongelamento.
A dor é caracteristicamente noturna.
A fase de rigidez dura 4 a 12 semanas.
As sequelas são geralmente pequenas e contornáveis, porém é notável que raramente ocorre recuperação total.

Questão Capsulite Adesiva 006

Discussão:
Acomete mais pacientes entre 40-60; DM é um fator de risco; o RX é indicado principalmente para o diagnóstico diferencial, em especial de luxação posterior, causa importante de rigidez.

Questão Capsulite Adesiva 007

Discussão:
Fatores de risco: trauma, DM, idade acima de 49 anos, IAM, AVC, hiperteireoidismo, sexo feminino.

Questão Capsulite Adesiva 008

Discussão:
Fatores de risco: gênero feminino (70%), mais de 49 anos, diabetes (5X mais), doença discal cervical, imobilização prolongada, hipertiroidismo, derrame, infarto, doenças autoimunes e trauma.
20-30% desenvolvem do ombro contralateral também.

Questão Capsulite Adesiva 009

Discussão:
Mais comum em mulheres, com mais de 49 anos.

Questão Capsulite Adesiva 010

Discussão:
Tabagismo, incrivelmente, não tem associação com capsulite adesiva. Mas, além dos citados, doença discal cervical, imobilização prolongada, derrame ou IAM e doenças autoimunes também têm relação.

Traumatologia e Ortopedia

New Report

Close