Prova Oral

Prova de Atitudes

Noções: osteonecrose e artroplastia de ombro

Osteonecrose da cabeça umeral

– Muito mais rara do que a do fêmur proximal
– Frequentemente secundária a osteodistrofia renal, corticoesteróides e quimioterapia
– Evolução clínica não previsível
– Muitos doentes: evolução clínica intermitente
– Classificação de Ficat
– Descompressão: recomendada precocemente para osteonecrose sintomática
– Não há estudos, mas descompressão pode ser usada para graus mais avançados de osteonecrose

Artroplastia de ombro

Artroplastia total
– Artrose em doente idoso
– Artrose excêntrica em qualquer idade

Artroplastia parcial
– Artrose concêntrica: bons resultados
– Artrose excêntrica (com presença de subluxação) -> maus resultados

Indicações:
– Sem comprometimento da glenóide, independente da idade
– Artrose concêntrica em jovens
– Artropatia do manguito rotador
– Ascensão da cabeça umeral em direção ao acrômio
– Artroplastia total é contra-indicada  soltura precoce do componente da glenóide
– Artrite reumatóide
– Se má qualidade óssea: fazer parcial
– Considerar total se glenóide em bom estado e com manguito bom

Complicações:
– Soltura: risco maior no componente glenoidal
– Revisões: não são indicados pela radioluscência
– Indicação: sintomas ou erosão

Técnica da artroplastia total
– Preparação umeral
– Liberação capsular, luxação da cabeça umeral -> osteotomia com 35º de retroversão (20-45º)
– Altura dada pela inserção do manguito: osteotomia logo proximal a ela

Traumatologia e Ortopedia

New Report

Close