Prova Oral

Prova de Atitudes

Noções: Contratura de Dupuytren

Fibromatose da fascia palmar e das suas prolongações digitais
Autossômico dominate – penetração incompleta
Mais comum em homens 10:1, 5ª a 7ª décadas
Resultado pior nas mulheres
Mais comum em brancos – noroeste da europa (escandinavia)
Bilateral 45%

Relacionado – fumo / álcool / epilepsia / diabetes, trauma e pctes acamados
Aumento do colágeno tipo 3, aumento dos miofibroblastos / tensão dos cordões

Classificção de luck – fase proliferativa / fase de involução (contração) e fase residual

Classificação de Tubianá = soma dos defícits de extensão

Associação fascia plantar (letherhose) e pênis (Peronie)

Nódulos / cordões / retração da MTC F e IFP /
Nódulos de Garrot na IFP
Cordão espiral: banda pré-tendinosa, banda espirar, banda digital lateral, ligamento de Grayson, ligamento natatório, ligamento transverso
Dedos mais afetados = 1: anular / 2: mínimo / 3: polegar / 4: médio / 5: indicador

Tratamento = cirúrgico

Quando operar = paciente não coloca mão aberta na mesa ou MTCF >30° ou IF > 105°

Técnicas – zetaplastia / enxerto de pele ou palma aberta
– Fasciotomia subcutânea (idosos)
– Fasciectomia parcial (seletiva) / fasciectomia completa (desuso)
– Fasciectomia McCash (palma aberta)
– Fasciectomia Hueston (enxerto de pele)

Manter órtese em extensão no pós-operatório
Cudados na ressecção da banda espiral devido feixe vasculo-nervoso

Complicações: hematoma / lesão vasos / N espirais / infecção / necrose de pele / DSR

Traumatologia e Ortopedia

New Report

Close