Prova Oral

Prova de Atitudes

Noções: Fratura por estresse

95% nos MI
– 45% na tibia

Deve-se ter alto índice de suspeição para o diagnóstico
História clínica de dor nas atividades associado a mudança nos treinamentos ou intensificação

Rx normal até 3 meses, cintilografia positiva após 72hs tem alta sensibilidade, mas baixa especificidade. Pode se manter positiva por 3 meses, não sendo boa para acompanhamento; RNM melhor exame, alta sensibilidade e especificidade, se negativa exclui o diagnóstico

Fatores de risco: corredores, baixo peso, mulheres amenorreicas, disturbios alimentares

Fratura pode ser por insuficiência (osso ruim por qualquer patologia associado a estresse normal) ou fadiga (osso bom, estresse submáximo)

Fraturas de alto risco: fêmur, tibia anterior, navicular, patela, maleolo medial

Tratamento:
– órteses e retirar carga por 6-8 semanas, se fratua do colo por tração cortical superior = fratura de alto risco -> cirurgia.
– Na fratura da cortical anterior da tibia se não melhorar em 3 meses = cirurgia -> haste fresada, mas sempre tentar conservador antes.
– Os outros locais tem bom prognóstico com tto conservador (maleolo lateral, MTT, tibia em outros locais que não a cortical anterior)
– Refrigerantes, a não ser que o uso seja muito exagerado, não tem confirmação que devem ser proibidos

Traumatologia e Ortopedia

New Report

Close