Questão 3

Classificação de Crowe

Para doença displásica do quadril (DDQ), em 1979, levou em conta para estabelecer a classificação a quantificação da migração proximal da cabeça femoral, nesse caso com quatro possibilidades:

– I – com menos de 50% de subluxação;

– II -com 50 a 75% de subluxação;

– III – com 75 a 100% de subluxação;

– IV – com mais de 100% de luxação.

Fonte :

Como se pode calcular a quantidade de subluxação?

A primeira ação será medir a altura da cabeça femoral (se for notada uma grande deformidade na cabeça femoral, deverá ser utilizado, como regra padrão, 20% da altura vertical de toda região da pelve e assim será estimado o tamanho da cabeça femoral).

O passo seguinte será a medição da distância vertical existente no meio da linha traçada entre as imagens das lágrimas e a porção inferomedial que se identifica na junção colo-cabeça femoral (que será a quebra da linha de Shenton).

Conseguida essa medida, ela deverá ser dividida pela altura da cabeça femoral. Assim: se uma cabeça tiver 40 mm de altura com uma migração de 20 mm, o percentual de migração será de 50%.

Saiba mais:

Inscrever-se
Avisar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
0
Deixe um comentário ou dúvida sobre o assunto aqui. Não precisa de conta, todos podem escrever.x
()
x

New Report

Close