Coxa magna

Coxa magna se refere à situação em que a cabeça é maior do que a do lado normal não afetado. Coxa magna, o aumento circunferencial assimétrico da cabeça femoral, é uma sequela importante de distúrbios pediátricos.

É uma sequela comum em Legg – Calve – Perthes e é evidência de um processo de reparo mal controlado, mas um tanto hiperativo. Coxa magna só pode ocorrer a partir de um excesso de reparo porque o modelo de cartilagem cresce mais do que seu tamanho esperado. A cartilagem epifisária articular e adjacente na superfície de suporte de peso superior da cabeça continua a crescer por meio da difusão de nutrientes do líquido sinovial. O líquido sinovial não parece estar diminuído pelo processo patológico; na verdade, pareceria que a continuação da fonte nutricional de difusão sinovial normal é suplementada pela estimulação do suprimento excessivo de sangue trazido para a região do quadril durante o processo de reparo para produzir uma maior massa de tecido do que de outra forma estaria presente.

Pode haver dois tipos possíveis de coxa magna: um sem consequências negativas a longo prazo e o outro com consequências mais graves a longo prazo.

Na primeira situação, o crescimento do acetábulo pode corresponder ao da cabeça femoral, de forma que a relação cabeça femoral-acetabular permanece congruente e não leva a problemas de longo prazo. A coxa magna está associada a uma cabeça ainda esférica.

Problemas de longo prazo surgem quando o crescimento da cabeça femoral ultrapassa o do acetábulo e a cabeça não só é grande em relação ao acetábulo, mas também é disforme de modo que se relaciona de forma imperfeita com o acetábulo. O tamanho e a forma do modelo de cartilagem da cabeça femoral podem ser avaliados por artrografia e ressonância magnética.

Saiba mais:

Inscrever-se
Avisar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Traumatologia e Ortopedia
0
Deixe um comentário ou dúvida sobre o assunto aqui. Não precisa de conta, todos podem escrever.x
()
x

New Report

Close