Hálux Valgo Juvenil

Generalidades

a) deformidade em Hálux Valgo (HV) sintomática e incomum
b) a recidiva após correção cirúrgica é alta
c) recomenda-se postergar a cirurgia para quanddo o esqueleto for maduro (Mann)
d) Piggott – 57% dos adultos com HV tiveram o início na adolescência, somente 5% apos os 20 anos
e) como definição, ocorre na pré-adolescência e adolescência
f) Coughlin e Mann notaram que certos casos de HV eram mais difíceis de corrigir no ato operatório, e que também apresentavam maior grau de recidiva = eram os que desenvolveram na adolescência.
g) no HV juvenil não há alterações degenerativas na MF e a bursite é rara.
h) a placa epifisária está aberta na base da falange e do 1º metatarseano.
i) a eminência medial costuma ser menor que no adulto, assim como o ângulo MF. O ângulo intermetatarseano costuma ser maior no adolescente.
j) hipermobilidade da 1ª metatarsocuneiforme pode estar associada. Também pode ocorrer rigidez desta articulação, tornando a redução difícil sem osteotomia do metatarseano.

Etiologia

Há vários fatores anatômicos e posturais associados com o HV juvenil:
– pés planos e lascidão ligamentar (pronação)
– aumento do comprimento do 1º metatarseano
– sapatos de salto ”bico fino” = antepé espraiado
– orientação e forma da metatarsofalangeana e metatarsocuneiforme: esta última é o fator chave no desenvolvimento e aumento dos ângulos intermetatarseano I e II e metatarsofalangeano.
– variações anatômicas: da 1ª MF, metatarsocuneiforme e epífises abertas (lesão e recidiva).

Tratamento

HV < 25 graus:
Congruente: osteotomia de Chevron ou Mitchell
Incongruente (subluxação): realinahmento de tecidos moles distal, osteotomia de Chevron ou Mitchell

HV > 25-40 graus:
Congruente: osteotomia de Chevron + AKIN ou Mitchell
Incongruente (subluxação): realinhamento de tecidos moles distal + osteotomia proximal, osteotomia de Mitchell

HV > 40 graus:
Congruente: osteotomia dupla: de Chevron + Akin
– Akin + osteotomia do 1º meta
– Akin + osteotomia de abertura do 1º cuneiforme
Incongruente (subluxação):
– realinhamento de tecidos moles distal + osteotomia proximal (osteotomia em crescente do 1º meta; osteotomia aberta do 1º cuneiforme).
– hipermobilidade da 1º metatarsocuneiforme:
realinhamento de tecidos moles distal + fusão da articulação do 1º metatarsocuneiforme.

Hálux varo congênito

Desvio medial do hálux no 1º MTT
– Geralmente associado a outras mal formações do pé
– Não é alinhável passivamente por manipulação
– Espaço interdigital largo

Tratamento

Não há tratamento conservador
– Ressecção de partes duplicadas
– Liberação de partes moles
– Liberação de barra epifisária

Complicação: artrose degenerativa do 1º MTT -> pode ser tratada com artrodese

> Arquivos de Apresentações em ppt


Última atualização porMarcioR4

Deixe uma mensagem