Artrite psoriásica

Psoríase (uma doença da pele que causa surtos de erupções cutâneas avermelhadas e escamosas, espessamento das unhas e ponteado angular) pode preceder a inflamação articular. A artrite afeta habitualmente as articulações dos dedos da mão e do pé, embora também possa afetar outras articulações, inclusive as ancas e a coluna vertebral. As articulações podem inchar e deformar-se quando a inflamação é crônica. Os sintomas articulares e cutâneos podem aparecer e desaparecer conjuntamente.

A artrite psoriásica ocorre principalmente em indivíduos com psoriáse tendo como base uma artrite inflamatória que faz parte do grupo das espondiloartropatias soronegativas.

As espondiloartropatias soronegativas (EASN) são entidades clínicas heterogêneas, que têm manifestações comuns e podendo envolver pele,intestinos, olhos e a uretra sendo freqüentemente associadas ao comprometimento das articulações sacroilíacas e da coluna vertebral.São acompanhadas de um mesmo marcador genético, o HLA-B27. Denominam-se soronegativas, pois a pesquisa de fator reumatóide é negativa. Fazem parte:
Espondilite Anquilosante
• Síndrome de Reiter e outras artrites reativas
• Artrite Psoriásica
• Artrites enteropáticas (doença de Crohn, retocolite ulcerativa, doença de Whipple)
• Artroosteíte pustulosa (SAPHO)

Histórico

• 1960: Artrite associada a psoríase era habitualmente soronegativa, acometia frequentemente as articulações interfalângicas distais (IFD) dos dedos das mãos bem como a coluna vertebral e articulações sacroilíacas.
• 1970: Incluída na categoria mais ampla das espondilartrites devido a características semelhantes àquelas da EA e da Are.

Epidemiologia

A psoríase caracteriza-se pelo aparecimento de manchas vermelhas em forma de placa na pele. São 125 milhões os portadores em todo o planeta. De 6% a 39% desenvolvem artrite psoriásica, uma inflamação nas articulações.

Patologia

Já a artrite psoriásica se manifesta em especial nas mãos, joelhos e pés. Marca importante da doença é a inflamação também da articulação sacro-ilíaca, ou seja, na junção da coluna com a bacia. Há cinco tipos da moléstia:

Oligoartrite assimétrica

• Menos de 5 articulações;
• Principalmente articulações dos membros inferiores (Joelhos) e articulações interfalângicas das mãos e pés de forma assimétrica;
• Ocorre dactilite e tenossinovite difusa no dedo afetado;
• “Dedo em salsicha”;
• Ocorre em 65% dos pacientes.
• Padrão mais comum de apresentação clínica articular da doença.

Artrite poliarticular

• 5 ou mais articulações;
• Pode ser indistinguível de AR;
• Aparece em cerca de 25% dos pacientes.

Artrite distal

• Acomete exclusivamente articulações interfalângicas distais;
• Comum acometer as unhas;
• Representa 10% dos pacientes.

Artrite mutilante

• Forma mais grave;
• Ocorre em cerca de 5% dos casos;
• Osteólise que leva à reabsorção de falanges
• Anquilose óssea.

Espondilite anquilosante

• Aproximadamente 5% dos pacientes;
• Acometimento axial isolado;
• Assemelha-se à EA primária;
• Manifestações axiais e sacroiliite.

Traços importantes da artrite psoriásica são, ainda, a inflamação da inserção do tendão no osso) – alguns pacientes começam a ter inflamação repetida no tendão-de-aquiles e pensam que sofreram torção -, bem como as dactilites (inflamação difusa de um dedo, que fica vermelho e todo inchado). Também apresenta tendência fibrose sinovial na APs e entesite proeminente.

Patogenia

A artrite psoriásica é artropatia inflamatória que se associa com lesões cutâneas da psoríase em percentual que varia de cinco a 39% dos casos. Sua etiopatogenia é desconhecida. Estudos recentes sugerem herança multifatorial, implicando a ação de diversos genes, com fatores desencadeantes externos.
Progressos na genética molecular permitiram identificar os loci de susceptibilidade genética para psoríase, nomeados Psors 1, 2, 3 e 4 nos cromossomos 6p, 17q, 4q e 1q, respectivamente. Outros loci de menor susceptibilidade têm sido encontrados nos cromossomos 16q e 20p.
O estudo genético sugere que a psoríase é doença poligênica altamente influenciada por estímulos externos (estress, depressão ).

Manifestações clínicas

• Acometimento das IFDs;
• Artrite mutilante. Ocorre osteólise das falanges e metacarpianos. Maior associação com sacroileíte. Pode acometer os pés;
• Poliartrite simétrica. Assemelha-se a artrite reumatóide, porém, na fase crônica, devido a anquilose óssea das articulações interfalangeanas proximais e distais, poderá ser observada deformidade das mãos, “mãos em garra”;
• Oligoarticular. Mais comum, assimétrica, com maior acometimento da IFDs, IFPs, MCF, MTF. O acometimento simultâneo das MCF e IFP, e associado a tenossinovite dos flexores, dá aos dedos aspecto semelhante a salsichas;
• Espondiloartropatia. Maior tendência a sacroileíte assimétrica e com formação de sindesmófitos atípicos na coluna vertebral.

Diagnóstico

• Exame fisíco.
• Avaliação física e funcional:Teste de Schober
• Alinhamento postural,altura e expansibilidade torácica.
• Amplitude de movimento dos ombros e do quadril devem ser aferidos, além do número de articulações inflamadas e deformidades.
• Exames Complementares:
-Laboratoriais
-Radiográficos

Avaliação laboratorial nada apresenta de característico. A hiperuricemia esta relacionada a severidade do envolvimento cutâneo. Aspectos radiológicos são erosões ósseas marginais, neoformação óssea, fusão articular, acroosteólise e periostite.

Diagnóstico diferencial

Artrite Reumatóide
Espondilite Anquilosante
• Síndrome de Reiter
• Artrite Enteropática
• Artrite Reativa

Tratamento

• Analgesia
• Hexacetonide de triancinolona
• Aines
• Metotrexato
• Etanercept
• Glicocorticóide

Drogas biológicas, como o Infliximab, para o tratamento conjunto da psoríase e da artrite psoriásica. As drogas são chamadas de biológicas porque agem sobre substâncias do próprio corpo que participam do estabelecimento da inflamação. No caso, elas impedem a ação do fator de necrose tumoral- Alfa (TNF-Alfa), uma das substâncias responsáveis pela inflamação tanto na pele (psoríase) quanto nas articulações (artrite psoriásica).

Última atualização porMarcioR4

Deixe uma mensagem