Condrólise idiopática do quadril

– Muito rara
– Meninas 6x : meninos
– Ocorre na adolescência (11 a 12 anos)
– Mais comum unilateral, do lado direito

Quadro clínico

– Dor e claudicação com perda rápida da cartilagem articular

Diferencial: trauma, infecção, artrite reumatóide juvenil, síndrome de Marfan, epifisiolistese

Diagnóstico

– Avaliação radiológica: redução concêntrica do espaço articular para < 3 mm
– História natural: não é previsível
– resolução ou até anquilose do quadril

Estágios

Agudo: início da doença até 6-16 meses
– Dor de instalação insidiosa com redução da ADM pela resposta inflamatória
– Avaliação radiológica: estreitamento concêntrico do espaço articular por perda de cartilagem

Crônico: de 3-5 anos
– Curso menos previsível do que o estágio agudo
– Quadril terá um dos 3:
– Continua deteriorização até anquilose mal posicionada e dolorosa
– Quadril fica rígido e anquilosado em posição qu limita a função mas causa pouca dor
– Melhora espontânea da dor, da ADM e retorno parcial ou completo do espaço articular

Tratamento

– Manutenção da ADM na fase aguda
– Artrodese se dor intensa

Last updated byAnonymous
Quanto você gostou deste artigo?0000
Inscrever-se
Avisar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments