Lesões condrais no joelho

Compartilhe a informação:

O que é uma lesão condral?

Condral significa relacionado a cartilagem. Cartilagem é o tecido que recobre o osso nas articulações do corpo. É um tecido formado por condrócitos, colágeno e proteoglicanos. Portanto lesão condral significa lesão da cartilagem.

A lesão pode ser causada por eventos traumáticos (exemplos: entorse do joelho, trauma direto em acidente automobilístico, fratura que atinge a superfície da articulação, etc) ou por processo degenerativo. Quando temos um processo degenerativo, geralmente é difuso, caracterizando um processo de artrose. Quando falamos em lesão condral, nos referimos a lesões isoladas da cartilagem. Outra causa de lesão condral é a osteocondrite dissecante, que costuma ocorrer em pacientes jovens.

Quais os sintomas?

Os principais sintomas são dor e edema no joelho. Pode ocorrer apenas edema pós esforços com dor leve, somente dor sem edema, e em alguns casos, pode não causar sintomas. A queixa do joelho inchar após atividades físicas com dor leve é frequente. Podem ocorrer também estalidos e crepitações. Dependendo do local da lesão, os sintomas podem ser diferentes, como por exemplo quando há lesão na patela, com os sintomas descritos no ítem condromalácea patelar.

Como é feito o diagnóstico?

Com a história do paciente, com os sintomas relatados, conforme acima citados. Com o exame físico realizado por ortopedista, avaliando o local da dor, presença de edema e alterações que justifiquem o processo. E com exames de imagem: Radiografias, Tomografias e Ultrassonografia pouco ajudam. O exame que auxilia é a Ressonância Magnética. Apesar de ser um excelente exame, a cartilagem é um tecido de difícil visualização. Portanto para certeza na classificação das lesões condrais, a única forma é através da artroscopia. Porém é evidente que não realizamos artroscopia somente para a classificação destas lesões, e nos baseamos na Ressonância Magnética.

Como é o tratamento?

Quando as lesões são recentes, deve-se aguardar algum tempo para avaliar a evolução da cartilagem e para verificar se ocorrem ou não sintomas.

A cirurgia está indicada em lesões mais extensas ou sintomáticas (osteocondral) e envolvem o desbridamento da cartilagem, o uso de enxertos ou a microperfuração e colocação de membranas que estimulam a regeneração da cartilagem.

Agende uma consulta >
Saiba mais sobre o tratamento das lesões condrais >


Compartilhe a informação:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *