Unha encravada

Unha normal
– Placa ungueal: composta de queratina
– Lúnula: branca e opaca
– Raíz: porção da placa abaixo da pele
– Corpo: porção exposta da placa ungueal
– Parede: lábio ungueal
– Eponíquio: prega proximal da unha que cobre a raíz
– Cutícula: borda distal do eponíquio
– Leito ungueal: continuação do estrato germinativo em que a placa repousa
– Matriz: camadas de células do estrato germinativo com 2 componentes
– – Matriz estéril
– – Matriz germinativa: da lúnula até 5-8 mm proximal
– – – É a que contribui para o crescimento longitudinal da unha

Etiologia

Calçado inadequado, cuidado inadequado com a unha
– Lesão de pele -> infecção bacteriana -> formação de tecido de granulação hipertrófico

Tratamento

Não-operatório

Estágio I: inflamação
– Eritema leve, edema e dolorimento na borda lateral
– Elevação da borda lateral da unha com colocação de algodão abaixo
– Resolução em 2-3 semanas

Estágio II: abscesso
– Aumento dos sinais flogísticos com secreção
– Pode-se tratar conservadoramente
– Retirada da pressão sobre a unha, compressas quentes
– Cultura da secreção e antibioticoterapia

Estágio III: granulação
– Impede a drenagem de secreção
– Pode progredir para estágio crônico assintomático com períodos de exacerbação
– Pouco benefício no tratamento conservador

Tratamento cirúrgico

– Remoção completa da unha: raramente indicada – recorrência de 78%
– – Somente se absesso circundar a unha

– Remoção parcial da unha: pouco diferente da total
– – Remoção parcial da unha e da matriz
– – Técnica de Winograd: é a mais feita
– – – Estágio II tardio e III
– – – Tratamento prévio com antibioticoterapia é discutível
– – – Incisão de 5-8 mm proximal à lunula, longitudinal
– – – Ressecção do ¼ lateral da unha com a matriz germinativa e estéril
– – – Ressecção parcial da parede lateral e matriz
– – – Racional de retirar todo o tecido patológico
– – – Ressecção em cunha da unha, leito ungueal e borda lateral


Última atualização porMarcioR4

Deixe uma mensagem