Rupturas musculares no ombro

Ruptura do peitoral maior

– Lesão rara, descrita exclusivamente em homens
– Geralmente por contração intensa
– Lesão predominante é avulsão do úmero
Classificação
– Tipo I: contusão ou distensão
– Tipo II: ruptura parcial (mais comum)
– Tipo III: ruptura total
Quadro clínico: história do mecanismo de trauma, dor intensa, equimose e impotência funcional
Complicação
– Sepse: ocorre por infecção do hematoma
– Compressão neurológica pelo hematoma
Tratamento
– Parcial ou lesão do ventre muscular: conservador
– Completo: tratamento cirúrgico precoce

Ruptura do deltóide

– Raro
– Mecanismo: contração intensa
Quadro clínico: depende do local de ruptura
– Perda do contorno do ombro, fraqueza da abdução, flexão ou extensão
Tratamento
– Lesão parcial: conservador
– Completa: considerar tratamento cirúrgico, de preferência, precoce

Ruptura do tríceps

– Rara
– Fratura da cabeça radial associada é comum
– RX: pode demonstrar avulsão
– Tratamento: se completa -> cirúrgico

Ruptura do Bíceps

– Raro
– Complicações: lesão do nervo musculocutâneo
– Tratamento
– Cirúrgico: retirada do hematoma e reaproximação do ventre muscular
– Somente aspiração do hematoma tem efeito similar à sutura

Ruptura do serrátil anterior

– Extremamente raro
– Diferencial: lesão do nervo torácico longo
– Tratamento: reparo cirúrgico

Ruptura do coracobraquial

– Extremamente raro: 3 casos descritos na literatura

Ruptura do músculo subescapular

– Lesão silenciosa, rara – > 40 anos
– Mecanismos: luxação anterior recorrente do ombro; impacto do coracóide

Last updated byMarcioR4
Quanto você gostou deste artigo?0000
Inscrever-se
Avisar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments