Ossos acessórios do pé

Correspondem a centros de ossificação separados que não se fundiram ao osso mais próximo. Devido a importância, será discutido apenas o navicular acessório e o os trígono.

Navicular társico acessório

Os tibiale externo ou prehallux, localizado na face medial do navicular.

O tendão do tibial posterior está nele inserido, enfraquecendo o suporte dinâmico que o tendão exerce no arco longitudinal, levando ao pé plano valgo.

Pode haver dor e a pressão do calçado leva a formação de uma bursa inflamatória. O prehallux ainda pode se fundir na adolescência com o navicular formando uma proeminência denominada “navicular cornudo”.

O tratamento para ambas as situações é inicialmente conservador (palmilhas e, em casos agudos, infiltração + tala gessada por 03 semanas).

Em caso de recidiva opta-se pela excisão do prehallux com reinserção do tendão tibial posterior na face plantar do osso navicular + tala por 03 semanas seguida de palmilha (Técnica de Kidner).

Os trigonum

Na face posterior do talo existe um sulca por onde passa o flexor longo do hálux, que é delimitado por 02 proeminências ósseas (medial e lateral).

A falta de união do centro de ossificação da proeminência lateral (geralmente devida sucessivas microlesões de impacto com a borda póstero-inferior da tíbia na flexão plantar) leva a formação de um osso acessório denominado Os trigonum.

O diagnóstico diferencial ao exame físico com a enfermidade de Hanglund é a dor durante a flexão plantar.

O tratamento é conservador na fase aguda e, na maioria das vezes, é cirúrgico mediante a ressecção do tubérculo posterior.


Última atualização porMarcioR4

Deixe uma mensagem