Lesões da articulação radioulnar distal

Lesão: principal causa de dor do lado ulnar do punho e de instabilidade da radioulnar distal (RUD)

Anatomia

Radioulnar distal: absorve parte da carga axial

Estabilidade:
– congruência entre rádio e ulna
– pronador quadrado
– extensor ulnar do carpo
– fibrocartilagem triangular
– membrana interóssea do antebraço

Complexo da fibrocartilagem triangular:
– Disco articular
– Ligamentos radioulnares distais dorsal e volar
– Bainha do extensor ulnar do carpo
– Ligamento colateral ulnar
– Menisco homólogo
– Ligamento ulnopiramidal
– Ligamento ulnoulnar

Classificações

Classificação de Nathan e Schneider

– Instabilidade
– Lesão traumática isolada do CFT
– Lesão do CFT com luxação da RUD
– Lesão do CFT com fratura
– Atenuação não-traumática do CFT
– Instabilidade após excisão da cabeça ulnar
– Impacto
– Incongruência
– Lesões isoladas do disco articular

Classificação de Palmer

I – Lesão traumática

– A – Perfuração central: 1 a 2 mm de diâmetro
– – Longitudinais
– – Localizadas na face radial
– – Ocorre na porção avascular -> não cicatrizam
– – Tratamento por desbridamento
– B – Avulsão ulnar: resultam em instabilidade da RUD
– – Geralmente associada a fratura da base do estilóide da ulna
– – Associada com lesão dos ligamentos radioulnares
– – Está na periferia, bem vascularizada: permite sutura e cicatrização
– C – Avulsão distal
– D – Avulsão radial

II – Lesão degenerativa

– A: Desgaste da fibrocartilagem triangular
– B: Tipo A + condromalácia
– C: Perfuração da fibrocartilagem triangular e condromalácia
– D: Tipo C + perfuração do ligamento lunopiramidal
– E: Tipo D + artrite radioulnar / ulnocárpica

Tratamento

Lesão da RUD com luxação

Agudas (< 2 meses)
– Fratura do processo sigmóide e fossa semilunar, fraturas do estilóide ulnar e fraturas intra-articulares da ulna distal -> RC + FI

Luxação aguda:
– Se fratura:
– – Redução fechada e imobilização
– – – Se redução não satisfatória: RC e reparo ligamentar
– Sem fratura associada: só luxação e instabilidade
– – Redução fechada
– – – Se insatisfatório: redução aberta e reparo do CFT

– Crônicas
– Lesões periféricas: reparo
– Lesões centrais: ressecção
– Ulna plus: encurtamento da ulna para reduzir sobrecarga (síndrome do impacto ulnar)

Artrose:
– Darrach: ressecção da ulna distal
– Sauvè-Kapandji: Artrodese entre a ulna e o rádio distal

Diagnóstico diferencial

Diferencial de dor na borda ulnar do punho:
– Síndrome do extensor ulnar do carpo

> Arquivos de Apresentações em ppt


Última atualização porMarcioR4

Deixe uma mensagem