Escorbuto

Deficiência de Vitamina C: leva a disfunção dos osteoblastos
– Falha na produção matriz osteóide e formação de novo osso
– Condrócitos são normais
– Ocorre calcificação da cartilagem, porém, não ocorre transformação em osso
Osteoporose generalizada, osso trabecular e cortical são finos:
– – a ação dos osteoclastos continua normal.
– Ocorre alteração no colágeno que fica mais frágil
– A zona de calcificação provisória é frágil e separação da epífise pode ocorrer
– Formação inadequada do colágeno na esponjosa secundária

Quadro clínico

Após 6-12 meses sem Vitamina C:
– Anorexia, irritabilidade e perda de peso
– Progressão com hemorragia e edema gengival
– Hemorragia subperiostal, principalmente na parte distal do fêmur, tíbia e úmero
– Hemorragia no subcutâneo, TGU e TGI

Exames de imagem

RX: principalmente nos joelhos, punhos, úmero proximal e costocondral
osteoporose generalizada
– Linha de Fraenkel: acúmulo de cartilagem calcificada forma sombra opaca no lado diafisário da fise
– Esporão lateral para acomodar a metáfise alargada
– Zona do escorbuto é uma linha menos densa, adjacente a zona de calcificação provisória
– O “ângulo”, sinal do escorbuto
– – fissura na metáfise por defeito na esponjosa e cortical adjacente a zona de calcificação provisória
– – hematomas subperiostais aparecem como aumento na densidade de partes moles
– Após o tratamento -> calcificação dos hematomas subperiostais

Diagnóstico

Quadro clínico, alterações radiológicas e a história de ingestão baixa de Vitamina C
– Dosagem de Vitamina C no centrifugado do sangue.

Tratamento

– 100-200 mg/d de Vitamina C
– Prevenção 50 mg/d para crianças e 100 mg/d para adultos

> Arquivos de Apresentações em ppt

Última atualização porMarcioR4

Deixe um comentário