Doença de Blount do adolescente

– > 11 anos
– Na maioria das vezes ocorre em obesos
– Crescimento é mais afetado na fise medial
– Alterações radiográficas menos intensas do que no tipo infantil
– Inibição do crescimento posteromedial leva ao varo
– Geralmente deformidade no fêmur e na tíbia

Diagnóstico diferencial

– Deve ser diferenciada do diagnóstico tardio da tibia vara infantil
– Tibia vara infantil: geralmente deformidade avançada na tibia proximal medial
– Adolescentes: geralmente varo não é acompanhado de depressão medial ou formação de barra

Quadro clínico

– Adolescente, sexo masculino, obeso
– Deve-se avaliar epifisiolistese associada
– Pode ter dor no joelho e instabilidade ligamentar
– Deformidade da tíbia:
– Varo, rotação interna e antecurvato
– Também ocorre varo na porção distal do fêmur, que faz distinção da tíbia vara infantil em que pode ocorrer compensação em valgo do fêmur proximal

Avaliação radiológica

– RX panorâmico
– RX P da tíbia para avaliar antecurvato
– AP dos tornozelos para avaliar valgo distal da tíbia
– Eixo mecânico: centro da cabeça femoral com centro do tornozelo

Tratamento

– Não-cirúrgico não é eficaz
– Problemas para serem corrigidos
– Varo do fêmur, varo da tíbia e valgo do tornozelo
– Discrepância de comprimento
– Hemiepifisiodese
– – Se fise ainda aberta e deformidade leve
– Osteotomia
– – Nos pacientes próximos à maturidade esquelética
– – se eixo mecânico medial ao 1/3 central do joelho
– Ângulo tibial proximal medial
– Ângulo lateral distal femoral
– Osteotomia tibial é feita distal ao tubérculo tibial
– Fêmur distal: corrigido se ângulo distal femoral lateral for > 5º de varo (ângulo normal: 87º)
– Valgo do tornozelo
– – Se 5-8º: hemiepifisiodese
– – Se > 8º: osteotomia

Última atualização porMarcioR4
Quanto você gostou deste artigo?0000
Inscrever-se
Avisar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments