Nódulos nos pés: o que é?

Os nódulos nos pés nada mais são do que uma maneira que o corpo encontra de informar que algo não está adequado no organismo, dando origem a um caroço sólido ou saliente.

Também chamados de fibromatose plantar, os nódulos ocorrem quando há um super crescimento do tecido fibroso da fáscia plantar (banda fibrosa que reveste toda a planta dos pés, dos dedos ao calcanhar), ou seja, quando esse tecido cresce mais que o normal.

Quase sempre benigno e inofensivo, com tamanho que pode variar de 0,5 a 3 centímetros de diâmetro, os nódulos nos pés geralmente aparecem no cavo plantar (região da curva do pé), mas podem se originar em qualquer região da fáscia plantar.

Com desenvolvimento lento e gradual, os nódulos surgem majoritariamente em homens acima dos 50 anos, porém, qualquer pessoa, independentemente da idade, pode sofrer com o aparecimento de nódulos. Em 25% dos casos, os caroços, que podem gerar dor ou não, se manifestam em ambos os pés, comprometendo o caminhar do paciente e o bem-estar do mesmo.

, Nódulos nos pés: o que é?, Ortopedista Especialista em Tornozelo e Pé - DF

QUAIS SÃO OS SINTOMAS?

O principal sintoma é o surgimento do caroço no pé, mas caso ele não seja perceptível, dores ao caminhar ou ao utilizar determinado calçado podem indicar o início de um. Portanto, muitos pacientes sentirão dor somente no momento em que o nódulo for pressionado contra um sapato ou no chão.

Mesmo sendo incomum, se a deformidade for comprimindo algum nervo, o indivíduo pode apresentar uma sensação de formigamento ou dormência, bem como perda de força e sensibilidade no local afetado.

Outra patologia frequente na parte superior do pé e no tornozelo, o cisto sinovial caracteriza-se pelo aparecimento de uma bolsa cheia de líquido que cria um volume sob a pele. Ele pode ser doloroso ou não.

QUAIS SÃO AS CAUSAS?

Apesar de o nódulo não possuir uma causa exata, acredita-se que seja acometido potencialmente por:

  • genética;
  • postura;
  • trauma nos pés, que podem causar lesões e inchaço, comprimindo o membro e originando o nódulo;
  • salto alto, pois esse tipo de calçado faz com que o indivíduo automaticamente jogue o corpo para frente, aumentando, portanto, a pressão na região onde os nódulos podem ser desenvolvidos.

Além dessas questões, os nódulos também podem surgir devido ao excesso de álcool; tabagismo; medicamentos para pressão alta ou convulsão; doenças no fígado; diabetes e até mesmo por excesso de vitamina C.

Apesar de a vitamina C ser essencial para a saúde e para o bom funcionamento do nosso organismo, se consumida em exagero, pode trazer riscos à saúde, prejudicando o sistema digestivo, rins e modificando o mecanismo de ações de alguns medicamentos. Ocorrendo essas alterações, há a possibilidade de haver o aparecimento de nódulos.

COMO TRATAR?

PALMILHAS E SAPATOS ORTOPÉDICOS

O tratamento básico de fibromatose plantar visa manter certa pressão nos nódulos. A utilização de sapatos com sola macia ou o uso de palmilha desilicone no interior do sapato são ótimas maneiras de fazer com que os nódulos passem a descansar em cima de uma superfície mais suave.

ALONGAMENTOS

Para cistos sinoviais, além das famosas compressas de gelo, o tratamento compreende a ingestão de medicamento para dor e alguns pequenos exercícios de alongamento que podem ser feitos em casa, bem como fisioterapia com profissionais. Veja abaixo alguns alongamentos que você já pode começar a praticar:

  • alongamento com a toalha: sente-se e coloque a perna (do pé que possui o nódulo) esticada à frente do corpo. Com o membro em uma toalha puxe a perna em direção ao tronco, mantenha os joelhos estendidos e permaneça durante 30 segundos nesta mesma posição. Depois repita esse alongamento mais 3 vezes;
  • rolamento sobre lata congelada: durante 5 minutos, coloque uma latinha de refrigerante congelada embaixo do pé com o nódulo e deslize-o para frente e para trás;
  • levantamento dos dedos do pé: sente-se e posicione os membros bem nivelados ao solo. Com o calcanhar sempre ao chão, de maneira leve e gradual, eleve os dedos do pé afetado. O ideal é fazer 3 séries de 10 repetições. Realize esse movimento durante aproximadamente 5 minutos;
  • pegar a toalha: em pé, com o calcanhar no chão, tente recolher uma toalha com os dedos do pé que possui o nódulo. Após conseguir pegá-la do chão, solte-a e repita esse movimento de 10 a 20 vezes.

Fique atento aos movimentos. Sentir apenas um desconforto é normal, mas em caso de dor aguda, pare de fazer o alongamento imediatamente e converse com seu médico. Caso o cisto não desapareça ou não diminua, é possível aspirar o líquido da bolsa por meio de uma agulha.

INJEÇÃO DE CORTICOSTEROIDE

Outro método utilizado para reduzir o tamanho do cisto é injetar corticosteroide no local afetado. Além do mais, a utilização de medicamentos que bloqueiam o canal de cálcio e que reduzem a pressão sanguínea são ótimos para tratar a fibromatose plantar.

CIRURGIA LOCAL

Para casos crônicos, quando o nódulo é sólido ou quando o mesmo apresenta dor ao paciente, as cirurgias são as alternativas mais adequadas.

A operação deve ser orientada e realizada por um médico especialista, e o paciente deve permanecer com o pé em repouso, sendo necessária a utilização de muletas para caminhar. Após esse processo de recuperação, o indivíduo já pode retomar suas atividades habituais.

Saiba cistos nos pés >
Tratamento da tendinite no calcanhar >

TEM ALGUMA DÚVIDA? Então deixe uma pergunta nos comentários abaixo, que será respondida.

Compartilhe a informação:
Tornozelo e Pé - Brasília
Tornozelo e Pé - Brasília

A Clínica Salus Ortopedia, Fisioterapia e Acupuntura em Brasília / DF atua principalmente no tratamento de lesões de cartilagem, buscando sua reparação e transplante; rupturas ligamentares articulares e sua reconstrução biológica e prevenção; tratamento da artrose, com medidas medicamentosas e artroplastias; tendinites e rompimento de tendões provocadas tanto por atividades esportivas, como por alterações degenerativas; fratura e luxação em crianças e adultos, fraturas em idosos que apresentam ossos mais frágeis; e enfoque na reabilitação muscular e postural, através de protocolo exclusivo baseado na análise cinemática da marcha.

No Comments

Escreva uma Mensagem ou Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *