Tornozelo com lesão da sindesmose

AvatarPaulo alves de Brito perguntou há 1 mês

Fui pular de uma mesa para o chão no momento da aterrissagem fraturei a cabeça da fibula, fratura cominutiva, Fui para o sus para passar com um médico ortopedista no dia 19/01/2020 o mesmo solicitou um raio x onde nada foi constatado, questionei o médico que era impossível não ter dado nada, pedir que mim desse um exami mais eficaz, ele mim solicitou um exami Resonacia nuclear maguinetica, fis o exame onde foi constatado essa fratura cominutiva da cabeça da fibula. Voltei ao médico mostrei o exame mais ele nada mim solicitou, nem um tratamento, falei que estava sentindo muitas dores e falseios no tornozelo,pedir que mim solicitase uma Resonacia nuclear maguinetica do tornozelo, fis o exame constatou-se tendinopadia do tibial posterior com lâmina líquida na bainha sinovial inframaleolar e osso navicular tipo 3, tendinopatia retromaleolar do fibular curto, fascite plantar caracterizada por espessamento e alteração de sinal da banda Central associada a esporão, edema ósseo e em partes moles perifasciais sem rotura, lesão crônica do talo fibular anterior. Nenhum tratamento foi solicitado pelo médico eu continuei a trabalhar indo para o meu trabalho com forte dores no tornozelo e muitos falseios. Após 6 meses retornei ao médico e pedi uma ressonância nuclear magnética do quadril onde constatou-se leve tendinopatia do glúteo médio e mínimo bursite trocantérica, uma lesão no lábio acetabular do quadril, pequeno suco e fissura do lábio acetabular anterior. E mais uma vez não foi me solicitado nenhum tipo de tratamento. Hoje De tanto sofrer aprende um pouco do que ouvi com migo. Lesão crônica da simdesmose, não tratada devidamente pode acarretar ao indivíduo com alterações degenerativas, artrose prematura do tornozelo, pode até culminar com uma lesão do nervo fibular comum. Sofri uma lesão da simdesmose uma diástase da articulação tibiofibular que não foi tratada devidamente. Queria saber a onde posso faser essa correção pois ainda estou sem tratamento. 15/10/2021

1 Respostas
AvatarSalus Ortopedia e Fisioterapia respondeu há 1 mês

Paulo, você foi mal conduzido. Na primeira ressonância magnética não foi diagnosticado a lesão da sindesmose? Em qual exame foi diagnosticado a lesão da sindesmose?
Pela manutenção da dor e o local da fratura, tem de desconfiar de lesão da sindesmose. Veja:
https://traumatologiaeortopedia.com.br/informe/fratura-de-maisonneuve/
https://traumatologiaeortopedia.com.br/informe/lesao-da-sindesmose-tibiofibular/
Esse tipo de lesão pode ser observada através de exame clínico, além dos exame de imagem.
Você tem de pedir uma cópia do seu prontuário e tem de analisar onde foi o erro: no diagnóstico médico ou no laudo da imagem.
Agora é uma lesão crônica da sindesmose, no início uma operação com um simples parafuso, imobilização e repouso. Agora é uma cirurgia maior, que tem de tirar enxerto e reconstruir a sindesmose tibiofibular. O ideal é buscar o mesmo serviço que fez os atendimentos, caso não consiga, fazer particular com outro profissional. Sem possibilidade de pagar ou caso não tenha plano de saúde, buscar a defensoria pública de saúde.

Traumatologia e Ortopedia

New Report

Close