Fratura de Maisonneuve

A fratura de Maisonneuve é uma entidade rara, correspondendo a 7% das fraturas de tornozelo.

Ocorre quando o maléolo medial está fraturado, o encaixe do tornozelo (articulação entre a tíbia e o tálus) está aberto, e o segmento distal da fíbula não está fraturado. Sem fratura distal da fíbula, a articulação só pode perder a estabilidade se o ligamento interósseo entre a tíbia e a fíbula se romper (componente da sindesmose do tornozelo), como às vezes ocorre em caso de fratura proximal da fíbula.

Uma de suas variantes inclui a lesão da sindesmose tibiofibular distal com luxação tibiofibular proximal anterolateral, tornando-a uma injúria ainda mais incomum.

Mecanismo de trauma

O mecanismo de trauma envolve uma rotação externa associada a pronação do tornozelo, o que leva a lesão do ligamento tibiofibular distal, do complexo sindesmótico e fratura do terço proximal da fíbula.

Diagnóstico

Radiografias do tornozelo feitas em incidência anteroposterior, lateral e oblíqua (encaixe).

Tratamento

Tratamento com redução cirúrgica direta para luxação tibiofibular proximal e redução e fixação percutânea no tornozelo.

Inscrever-se
Avisar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments