Entenda a linguagem dos ortopedistas e fisioterapeutas

Às vezes, ao final de uma consulta, é comum sairmos com dúvidas nos termos utilizados pelos médicos e profissionais da saúde. Mas isso não pode acontecer nunca. Para ajudá-los a entender melhor os termos e tipos de lesões usados pelos médicos ortopedistas e fisioterapeutas:

Contusão: é um trauma ou uma batida, em qualquer parte do corpo, que provoca uma compressão violenta e pode formar hematomas (roxos);

Distensão ou estiramento: resultado do alongamento das fibras musculares, tendões ou ligamentos, além do seu comprimento normal. O tecido distende-se e provoca dor, fisgada e às vezes, perda da sua função total.

Entorse: movimento anormal de uma articulação, além do que as estruturas podem suportar. É um dos acidente mais freqüente no meio esportivo que afeta, sobretudo joelhos e tornozelos.

Fratura: perda da continuidade de um osso, que pode apresentar desvio ou não. Nesse caso, o osso “racha” em dois ou mais pedaços e provoca muita dor.

Luxação: deslocamento anormal das superfícies de contato de uma articulação. Às vezes, mais grave do que uma fratura. Comumente, pode-se dizer que: “Desloquei o ombro” ou “Meu ombro saiu do lugar”.

Ruptura ou rotura: Resultado de descontinuidade de um tecido, rompimento das fibras podendo ocorrer em ligamentos, tendões e músculos. Provoca muita dor, perda função e hematomas.

Degeneração: É o fenômeno de desgaste completo ou parcial de um tecido do organismo, em que se perde progressivamente a capacidade de assegurar sua função. Esse processo é natural do envelhecimento do corpo, mas pode ser acelerado dependendo da atividade do indivíduo.

Saiba mais >

[do_widget id=text-5]

Inscrever-se
Avisar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
0
Deixe um comentário ou dúvida sobre o assunto aqui. Não precisa de conta, todos podem escrever.x
()
x

New Report

Close