Classificação de Pfirrmann

Classificação por ressonância magnética da degeneração do disco intervertebral

A escala de graduação mais difundida na literatura para classificar esse nível de degeneração é a escala de Pfirrmann, que classifica o nível de degeneração de acordo com a intensidade do sinal do núcleo pulposo, a estrutura do disco, a altura do disco e a delimitação entre núcleo pulposo e ânulos fibroso. Os níveis vão de I a V, quanto maior o grau de degeneração maior será a pontuação na escala.

GrauEstruturaDistinção de núcleo e ânuloIntensidade do sinalAltura do disco
IHomogêneo, branco brilhanteClaraHipersinal, isointenso com o
líquor
Normal
IINão homogêneo, com ou sem bandas
horizontais
ClaraHipersinal, isointenso com o
líquor
Normal
IIINão homogêneo, cinzaNão ClaraIntermediárioNormal à discreta
diminuição
IVNão homogêneo, cinza para pretoPerdidaIntermediário à hipossinalNormal à moderada
diminuição
VNão homogêneo, pretoPerdidaHipossinalEspaço discal
colapsado
Classificação de degeneração discal de Pfirrmann

O disco intervertebral normal apresenta anatomia e bioquímica que permitem absorver e dissipar cargas transmitidas entre os segmentos da coluna, sendo formado por três estruturas: o ânulo fibroso, o núcleo pulposo e a placa terminal. Por volta da terceira década da vida, com a desidratação do núcleo pulposo e a modificação das estruturas moleculares de seus componentes, inicia-se o processo de degeneração discal.

Os sinais tardios encontrados nesse processo são:

a) perda de altura do disco nas radiografias laterais da coluna;
b) formação de osteófitos;
c) nódulo de Schmorl;
d) esclerose da placa terminal;
e) sinal do vácuo.

Para esses achados radiográficos, conjuntamente, utiliza-se a denominação osteocondrose intervertebral. No exame de ressonância magnética são descritos: diminuição de altura, abaulamentos, herniações, presença de alterações da placa terminal tipo Modic e do disco intervertebral, como apresentado pela classificação de Pfirrmann.

Saiba mais:

Inscrever-se
Avisar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Traumatologia e Ortopedia
0
Deixe um comentário ou dúvida sobre o assunto aqui. Não precisa de conta, todos podem escrever.x
()
x

New Report

Close