Classificação de Brodsky

Classificação usada para lesões no pé diabético

Grau I: Pele intacta, mas representa uma lesão pré-ulcerativa, com eritema, formação de calosidade e possível hemorraria intradérmica sobre proeminências ósseas.

Grau II: Úlcera de pele de espessura total, sem acometer o subcutâneo

Grau III: Úlcera que se estende até tendão ou capsula articular, sem exposição óssea ou articular

Grau IV: Úlcera com expossição óssea ou articular, associada a osteomielite ou pioartrite

Existe também uma classificação alfanumérica que leva em consideração a profundidade e o grau de isquemia da lesão.

Classificação de Brodsky – Número + letra
Grau                                  Definição
Profundidade
0 Pé em risco – úlcera prévia ou neuropatia.
1 Úlcera superficial, sem infecção.
2 Úlcera profunda, expondo tendão ou cápsula articular.
3 Úlcera profunda, com exposição óssea ou infecção profunda (osteomielite ou abscesso).
Isquemia
A Sem isquemia.
B Isquemia sem gangrena.
C Gangrena parcial (antepé).
D Gangrena do pé todo.
Inscrever-se
Avisar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments