Fraturas distais

O tratamento cirúrgico das fraturas distais, não articulares, da tíbia (AO 43-A) pode ser realizado com hastes intramedulares ou com placas. Se compararmos a utilização das hastes com placas percutâneas, qual dos seguintes resultados poderão ser encontrados?

Você deve entrar para participar.
  • a) ambos poderão ser utilizados com segurança, mas o manejo trans e pós-operatório das hastes é mais simples
  • b) ambos poderão ser utilizados com segurança, mas o manejo trans e pós-operatório das placas é mais simples
  • c) o uso de hastes intramedulares é mais seguro
  • d) o uso de placas percutâneas é mais seguro

Marcado: 

Visualizando 2 posts - 1 até 2 (de 2 do total)
  • Autor
    Posts
  • #117190 Responder
    Avatarteste
    Participante

    Resposta:

    #118596 Responder
    AvatarMarcioR4
    Mestre

    Estude mais sobre o assunto >

     

    Esta é uma plataforma colaborativa, para trocar informações no ramo de Traumatologia e Ortopedia. Contribua com informações e arquivos que estejam faltantes e através dos comentários nos artigos e tópicos. Quer ter um grupo privado para seu curso, residência ou liga, com fórum e arquivos reservados aos membros e com moderação própria? Peça aos administradores.

Visualizando 2 posts - 1 até 2 (de 2 do total)
Responder a: Fraturas distais

Você pode usar BBCodes para formatar seu conteúdo.
Sua conta não pode usar BBCodes avançados, eles serão removidos antes de serem salvos.

Sua informação:




Traumatologia e Ortopedia

New Report

Close