Luxação de falanges dos dedos da mão ou dos quirodáctilos

Luxação é a perda completa da congruência articular. Após trauma no dedo, ocorre uma deformidade grosseira e impotência funcional. A dor costuma ser bastante intensa. Na literatura inglesa, este tipo de lesão é chamado de “deslocação articular”. 

Os deslocamentos dos quirodáctilos podem ser dorsal, lateral ou volar. Podem romper várias combinações dos ligamentos de suporte. A maioria causa deformidades evidentes, bem como dor e edema.

Exames

Devem-se realizar radiografias em pelo menos 3 posições, especificamente do dedo acometido. A radiografia em perfil (ou lateral) é de suma importância para avaliar a presença concomitante de fraturas e se decidir o melhor tratamento a seguir.

luxacao interfalangiana

Classificação

O especialista deve procurar pelo sinal do “V” que indica a subluxação, em vez de luxação completa (ou grosseira).

A luxação das interfalângicas proximais (IFPs) pode acontecer para dorsal, lateral ou volar (palmar). A posição da falange média determina qual o tipo de luxação. 

As dorsais são dividas em 3 tipos: 

I: com contato entre as superfícies articulares. 

II: sem contato com as superfícies articulares ou em baioneta.

III: fraturas-luxações. 

luxacao do dedo

Tratamentos

Para a maioria das luxações, a redução fechada é feita com uso de bloqueio do nervo do dedo. Para todos os deslocamentos IFP, a estabilidade dos ligamentos laterais deve ser avaliada por meio de testes de estresse após a redução do deslocamento.

Luxações dorsais

Algumas luxações dorsais são resultado de hiperextensão. Ocasionalmente deslocam as estruturas intra-articulares da articulação volar (lesão da placa volar).

Nas lesões da placa volar, algumas vezes as radiografias mostram a avulsão de um pequeno fragmento ósseo da falange média.

As luxações dorsais são reduzidas usando tração axial e força volar. Se houver suspeita de lesão da placa volar ou se a redução fechada for difícil (sugerindo lesão da placa volar), pode ser necessário fazer redução aberta.

As luxações dorsais são imobilizadas na 15° da flexão por 3 semanas.

Luxações laterais

Podem ocorrer deslocamentos laterais quando as forças de abdução ou adução forem aplicadas a uma articulação do dedo estendido.

A articulação é dolorosa e instável quando estresse lateral é aplicado.

A articulação é reduzida, então imobilizada em flexão de 35°.

Luxações volares

Os deslocamentos volares são incomuns e ocorrem quando as forças volares são aplicadas a uma articulação do dedo rotacionado.

Em geral, o deslizamento central das rupturas do tendão extensor, causando deformidade em botoeira.

As luxações ventrais são reduzidas utilizando tração axial e força dorsal, então imobilizadas na extensão por 1 a 2 semanas. Depois disso, os pacientes devem ser avaliados para determinar se a cirurgia é necessária para corrigir a ruptura do tendão extensor com delizamento central.

Última modificação porAvatarMarcioR4
Quanto você gostou deste artigo?0000
Inscrever-se
Avisar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments