Lesão de menisco na criança

Incidência

Raras < 10 anos
– História traumática associada nos casos sem menisco discóide
– Geralmente associadas ao menisco discóide

Exame de imagem

RNM: exame de escolha

Tratamento sem menisco discóide

Observação:
– Lesão periférica estável
– < 10 mm de extensão
– < 10-30% da parte externa do menisco
– Deslocalmento < 3 mm à tração com probe
– Lesões parciais estáveis e roturas radiais < 3 mm

Reparo:
– Sem degeneração
– 1/3 externo do menisco com instabilidade
– > 3 mm de deslocamento com probe

Meniscectomia parcial: sem possibilidade de observação ou reparo
– Remoção de 75% do corno posterior do menisco -> aumenta sobrecarga como meniscetomia total

Autor: Dr. Márcio Silveira – ortopedista especialista em joelho

Última atualização porMarcioR4
Quanto você gostou deste artigo?0000
Inscrever-se
Avisar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments